Funcionários de hospital em Santos Dumont paralisam atividades



Os funcionários do Hospital de Misericórdia de Santos Dumont 
estão paralisados por tempo indeterminado desde segunda-feira (8). De acordo com o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde da cidade e o Sindicato dos Enfermeiros de Minas Gerais, cerca de 270 funcionários estão sem receber há 60 dias. Além disso, há reclamações sobre falta de condições de trabalho e de profissionais para atendimento.

Apenas 30% dos 240 funcionários do quadro de enfermagem e demais setores estão atendendo aos casos de urgência e emergência. Os médicos não aderiram ao movimento.

Os sindicatos informaram que as demandas foram apresentadas na Câmara Municipal e que iniciaram a conversa para agendamento de reunião com a Prefeitura. O G1 aguarda posicionamento do Executivo e da administração do hospital.

Após uma assembleia nesta terça-feira, segundo o presidente do Sindicato dos Enfermeiros de Minas Gerais, Anderson Rodrigues, o movimento foi mantido. "Nesta manhã, a adminstração do hospital apresentou uma proposta de pagamento parcial dos salários, condicionado ao fim da paralisação. Em votação, a categoria decidiu continuar até que o salário de todos os trabalhadores, grevistas ou não, sejam pagos", explicou.

É a terceira paralisação dos funcionários do Hospital de Misericórdia de Santos Dumont em 2016. Em janeiro, os funcionários já haviam parado e cobrado os pagamentos de dezembro e do 13º salário de 2015.

A segunda greve ocorreu entre 2 de fevereiro e 8 de março, quando os servidores retornaram ao trabalho após o pagamento do 13º salário de 2015 e o salário de janeiro deste ano.

Informações: G1 - Zona da Mata

Top UK Bookmakers b.betroll.co.uk betfair
How to get bonus http://l.betroll.co.uk/ LB